Terça, 28 de Junho de 2022
Geral Mato Grosso do Sul

Aeronave do DOF que irá incrementar segurança na fronteira já está no Estado

Cumprindo o cronograma inicial das obras, a nova sede do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), em Dourados, será entregue em agosto deste a...

24/06/2022 às 06h05
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Cumprindo o cronograma inicial das obras, a nova sede do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), em Dourados, será entregue em agosto deste ano. Mais de 90% do projeto já foi concluído. Outra boa notícia para o policiamento é a chegada de uma das duas aeronaves adquiridas pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) que irão incrementar a segurança na região fronteiriça de Mato Grosso do Sul.

Um dos helicópteros, modelo AS350-B3, conhecido como Esquilo, já está no Estado, e para que possa entrar em operação estão sendo finalizados alguns trâmites administrativos junto a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

O comandante da Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo (CGPA), coronel Rosalino Gimenez Filho, explica que dentro de alguns meses o helicóptero estará apto ao voo e ficará baseado no DOF. Já a segunda aeronave adquirida pela Sejusp chegará até o fim do ano e deve atender a diversas forças de segurança (Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, etc). Foram investidos R$ 64 milhões na compra dos helicópteros.

De acordo com o coronel Gimenez, o modelo das aeronaves é um dos mais modernos neste segmento da aviação. “É uma aeronave super moderna, com autonomia de voo de 800 quilômetros e com capacidade para até seis passageiros, sendo dois tripulantes”.

Equipado com um imageador térmico, a aeronave poderá fazer a localização de pessoas ou objetos através do calor.  “Este é um equipamento que permite a localização de pessoas ou veículos pelo calor do corpo, o que chamamos deflir.Além disso, o helicóptero estará equipado com farol de busca para ações noturnas e ainda com outros equipamentos para resgate aeromédico, caso seja necessário”, explicou o coronel Gimenez.

Para atender ao novo reforço de policiamento, um heliponto está em construção na nova sede do DOF. O local terá 25,5mx25,5m, com capacidade para suportar aeronaves de até 6 toneladas. 

“O Estado já tinha um helicóptero e adquirimos mais dois. Desta forma, vamos conseguir estar presente com maior abrangência, especialmente na região de fronteira, onde ficará uma destas aeronaves. Esses helicópteros darão mais mobilidade e reforço ao policiamento - no combate ao tráfico de drogas, armas -, além de trazer mais qualidade e rapidez no atendimento a outros tipos de ocorrências”, frisou o coronel.

A Sejusp conta ainda com dois aviões que são usados para o transporte de efetivo, de armas e outras ações. “O investimento de mais de R$ 60 milhões foi um dos maiores investimentos feitos na segurança pública do Estado. Nunca houve um investimento tão alto para modernizar o trabalho da segurança pública”, afirmou.

Os investimentos realizados pelo Governo do Estado marcam o comprometimento com a segurança pública e fortalecem a atuação do Departamento de Fronteira. Referência nacional, o DOF está há 34 anos em Mato Grosso do Sul atuando em 53 municípios que fazem fronteira com Bolívia e Paraguai e nove municípios na divisa com São Paulo, diretamente afetados pelo tráfico.

Sede

A nova sede, que será um grande propulsor para o combate à criminalidade, recebeu R$ 5,1 milhões em recursos do Estado.

Segundo o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, o DOF se tornoucasede sucesso no país e merece uma estruturação à altura. O moderno complexo policial vai abrigar as estruturas administrativas e operacionais do DOF e da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

Em entrevista recente ao portal de notícias do Governo do Estado, o diretor do DOF, coronel Wagner Ferreira da Silva, a nova estrutura será um divisor de águas na segurança pública de Mato Grosso do Sul.

“Trata-se de um plano ousado do Governo do Estado, que vai possibilitar a ampliação de tecnologias, efetivo e serviço de inteligência no combate à criminalidade. É o reconhecimento desse órgão que atua há 34 anos em Mato Grosso do Sul e é referência nacional”, ressaltou, lembrando que além da nova sede, o Estado trabalha para a aquisição de mobiliários novos e toda rede tecnológica como computadores e rede de internet.

O prédio, que terá 1.434 m², será erguido em um terreno de 17.400 m² na Marginal Guaicurus, conhecida como prolongamento da Rua Coronel Ponciano. A sede contará com heliponto, auditório, alojamentos, salas de aula, cozinha, refeitório e ambientes administrativos. A unidade policial ainda terá salas de logística, inteligência, investigação e cartórios, entre outras.

Luciana Brazil, Sejusp

Fotos: Divulgação

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.