Terça, 28 de Junho de 2022
Senado Federal Senado Federal

Para Confúcio Moura, presidenciáveis deveriam apresentar medidas contra o desmatamento

A remuneração dos produtores rurais pela conservação de Áreas de Preservação Permanente (APP) foi debatida em audiência pública realizada em Porto ...

22/06/2022 às 21h30
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Roque de Sá/Agência Senado
Roque de Sá/Agência Senado

A remuneração dos produtores rurais pela conservação de Áreas de Preservação Permanente (APP) foi debatida em audiência pública realizada em Porto Velho (RO), com a participação do senador Confúcio Moura (MDB-RO), que trouxe o tema ao Plenário durante pronunciamento nesta quarta-feira (22). Segundo o parlamentar, o debate foi proposto por empresas privadas e pelos proprietários rurais que criaram o Núcleo Roosevelt Mata Viva.

Para o senador, é possível reduzir e controlar o desmatamento na região amazônica, contanto que haja uma compensação financeira justa para incentivar os que preservam o bioma, cooperando para favorecer e manter um estoque de carbono.

— Isto será devidamente monetizado, certificado e serão oferecidos papéis, notas que os bancos possam aceitar e remunerar. E hoje, inclusive, havia dois bancos presentes nessa audiência pública: o Banco da Amazônia e um banco cooperativo. Isto sobre a compensação, o pagamento de serviços ambientais e a manutenção da floresta em pé é uma proposta extremamente histórica, importante — argumentou.

Confúcio Moura ressaltou, também, que, por ser este um ano eleitoral, seria de suma importância que os candidatos à presidência da República apresentassem, entre suas propostas de governo, algumas soluções para conter o desmatamento no Brasil.

— Eu muito gostaria que esse debate se ampliasse agora, no ano eleitoral, na campanha, para que os brasileiros pudessem ver, e nela acreditar, uma proposta ambiental segura, confortável e que inspirasse um respeito internacional pelo Brasil — defendeu. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.