Publicidade

Estudantes da ECIT Cuité conquistam medalha de bronze e avançam para próximas fases da Olimpíada de Astronomia e Astronáutica e da Mostra de Foguetes

Estudantes da Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Jornalista José Itamar da Rocha Cândido, da cidade de Cuité, no Agreste paraibano, conquistaram...

11/07/2024 às 16h04
Por: Redação Fonte: Secom Paraíba
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba

Estudantes da Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Jornalista José Itamar da Rocha Cândido, da cidade de Cuité, no Agreste paraibano, conquistaram quatro medalhas de bronze na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Os eventos têm como objetivo fomentar o interesse dos jovens pela Astronomia, Astronáutica e ciências. A OBA e a MOBFOG são organizadas pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

Continua após a publicidade

O estudante Kael Pontes Haus, da 1ª série do Ensino Médio da ECIT Cuité, conquistou a medalha de bronze na OBA. Ele respondeu à uma prova com perguntas sobre Astronomia e Astronáutica. Com o resultado, Kael foi selecionado para as seletivas internacionais 2024-2025 de forma online, caso esteja apto no próximo ano, ele poderá competir fora do país.

Continua após a publicidade

Outros três estudantes da ECIT também da 1ª série, Bruno Kauã, José Pedro e João Gabriel conquistaram medalha de bronze na MOBFOG e vão participar da 58ª Jornada de Foguetes, que acontece anualmente na cidade de Barra do Piraí no estado do Rio de Janeiro.

A MOBFOG consiste em uma prova prática, na qual, os estudantes fizeram os lançamentos de foguetes com uma base de material de baixo custo. Os estudantes participaram do nível 4 e os foguetes de garrafa PET foram lançados a partir da reação química com vinagre, concentração de 4% de ácido acético e bicarbonato de sódio.

Para a professora de Física da ECIT, Priscila Silva, esta é uma grande oportunidade para os estudantes do ensino médio, pois além de poderem receber certificações, diplomas, medalhas e prêmios dos dois eventos, poderão ganhar bolsas de estudos a nível nacional e internacional.

“A participação dos estudantes de ensino médio, nesse tipo de olimpíada, promove e desperta o interesse pela ciência, estimula a criatividade, o trabalho em equipe, além de abrir "portas" para ingressar nas áreas de SCIENCE, Technology, Engineering, Arts (STEAM) traduzindo Ciência, tecnologia, engenharia e arte. É uma forma de ensinar e aprender que integra essas diferentes áreas de conhecimento. Todos os alunos, não só os medalhistas, se dedicaram muito, meses antes da competição entre si, e foi uma forma divertida e prática de praticar ciência”, comentou.

Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
Foto: Reprodução/Secom Paraíba
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.