Publicidade

Melhor escola do mundo: unidade de ensino de SP concorre a premiação internacional

A Escola Estadual Deputado Pedro Costa é a única escola brasileira a concorrer ao prêmio Melhor Escola do Mundo, o World’s Best School O post Melho...

13/06/2024 às 20h27
Por: Redação Fonte: Secom SP
Compartilhe:
Alunos da Escola Estadual Deputado Pedro Costa
Alunos da Escola Estadual Deputado Pedro Costa

Um projeto que envolveu toda a comunidade escolar acaba de colocar a Escola Estadual Deputado Pedro Costa, localizada na zona norte da capital paulista, no topo do mundo. A unidade de ensino integral é a única escola pública brasileira a concorrer ao prêmio Melhor Escola do Mundo, o World’s Best School, na categoria Colaboração da Comunidade.

Continua após a publicidade

Concorrem à premiação, que tem um total de cinco categorias, 50 unidades escolares ao redor do globo. Para chegar lá, a unidade de ensino integral da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) envolveu estudantes, familiares, educadores e membros da comunidade em dois projetos: um clube de xadrez e aulas de atletismo.

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM: Educação de SP cria Olimpíada Estadual de Redação e vai premiar estudantes ‘escritores’

Para o secretário da Educação do Estado de São Paulo, Renato Feder, o reconhecimento dos esforços dos estudantes estimula a criatividade na educação. “Um momento muito emocionante, uma conquista que, para cada um desses estudantes e toda a comunidade escolar, simboliza a importância do comprometimento e da dedicação. Estamos certos que estar entre as melhores escolas do mundo abre um mundo de novas oportunidades para a escola, além de servir de inspiração para toda a rede”, comemorou o secretário.

>A próxima etapa do Prêmio Melhor Escola do Mundo é a votação pública
>A próxima etapa do Prêmio Melhor Escola do Mundo é a votação pública

A escola da zona norte concorre, na categoria Colaboração da Comunidade, com unidades de ensino dos seguintes países: Estados Unidos, Argentina, Peru, Paquistão, Quênia, Suécia e Índia. Os vencedores de cada categoria receberão o prêmio de 50 mil dólares e acesso a uma plataforma global de melhores práticas.

“Estar entre os finalistas dessa premiação é uma honra para a Pedro Costa e é nítida a transformação que vem ocorrendo por aqui, com o envolvimento de toda a comunidade ao redor das atividades extracurriculares promovidas com o apoio da Parceiros da Educação”, afirma a professora Janaína Freire, diretora da escola, que tem 300 estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental matriculados.

Segundo Janaína, as atividades de xadrez e atletismo alcançaram proporções além do esperado. “Esses projetos se tornaram pilares de desenvolvimento social, físico e intelectual para nossos estudantes. O xadrez, com sua riqueza estratégica e capacidade de estimular o raciocínio lógico, proporcionou aos alunos ferramentas valiosas para o aprendizado e para a vida.

O atletismo, por sua vez, promoveu a saúde física e o bem-estar dos alunos, incentivando a prática regular de exercícios e a adoção de um estilo de vida ativo. As atividades realizadas em parques próximos à escola incentivaram a integração com a comunidade e a valorização do espaço público”, continua.

LEIA TAMBÉM: Educação de SP propõe estágio remunerado para alunos do Ensino Médio

Continua após a publicidade

O projeto tem o apoio da Parceiros da Educação, uma organização não-governamental (ONG), com capacitações pedagógicas e de gestão, compra de materiais, desenvolvimento de infraestrutura de informática e melhora na estrutura da quadra esportiva, para a prática de atletismo. Na ação da Escola Estadual Deputado Pedro Costa, a Parceiros da Educação conta com o patrocínio do Instituto SYN, responsável pela atuação social da SYN Empreendimentos.

“A escola Deputado Pedro Costa entrou para o nosso Programa de Apoio às Escolas no início de 2023 e, já no primeiro ano de parceria, conquistou resultados importantes, como o envolvimento da comunidade escolar e o aumento nos índices de aprendizagem. Observamos melhora nas notas do Saeb (de 222,2, em 2021, para 246,4 em 2023), do Saresp (de 213,65, em 2022, para 228,65 em 2023) e do Idesp (de 5,23 em 2022, para 6,18 em 2023)”, compartilha Rafael Machiaverni, diretor-geral da ONG, que trabalha há 20 anos com o ensino público de São Paulo.

A próxima etapa do Prêmio Melhor Escola do Mundo é a votação pública, que ocorre globalmente até 28 de junho. Para votar na Escola Estadual Deputado Pedro Costa, basta acessar o site vote.worldsbestschool.org .

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.